Åke Parmerud - Residência Artística


10-30 setembro 2018
Residência artística DME em Lisboa
com
Åke Parmerud

17-21.09.2018
Masterclass Internacional de Composição Electroacústica com Åke Parmerud


22.09.2018
19H30
Lançamento do novo CD 'Grains' de Åke Parmerud
com a presença de Jean-François Denis [empreintes DIGITALes]



Programa

19H30-20H00
Conversa com Jean-François Denis, diretor da editora empreintes DIGITALes

20H00-21H30
Concerto com Åke Parmerud
1. Les objets obscurs (1991) 14.40
2. Dark matter (2018) 9.42
3. Jeux imaginaires (1993) 10.45

Intervalo

4. Alias (1990) 13.46
4. Growl! (2014) 12.42


24.09.2018
17h30








empreintes DIGITALes

Fundada em 1990, a ‘empreintes DIGITALes’ é considerada a editora de referência na área da electroacústica, acusmática e ‘musique concrète’. Este site — https://www.empreintesdigitales.com/en/accueil —, em conjunto com o site da nossa loja — electrocd.com — permite descubrir muitas facetas da nossa coleção encomendar os nossos discos on-line.

Em 2005, a ‘empreintes DIGITALes’ inova e passa de CD para DVD-Audio, trazendo a profundidade e o espacialidade do som das salas de concerto para a sua sala de estar. O DVD-Audio oferece altíssima fidelidade com a sua codificação de 24 bits e um espaço sonoro imersivo de ‘home-cinema’ ‘surround’ 5.1. Em 2014, a ‘empreintes DIGITALes’ inova novamente com o lançamento de um primeiro disco em Blu-ray (apenas áudio) ainda em alta resolução de 24 bits e em ‘Surround’ 7.1, ‘Surround’ 5.1 e ‘stereo’.

O que irá 2018 trazer? Acesso a ficheiros de áudio digital com qualidade de estúdio em FLAC, juntamente com versões OGG e MP3!

Jean-François Denis


Jean-François Denis descobriu a electroacústica durante um curso de verão ministrado por Kevin Austin em 1981 na Universidade de Concordia, em Montréal. Prosseguiu os estudos musicais no Mills College em Oakland (Califórnia, EUA) sob orientação de David Rosenboom (MFA, 1984). Trabalhou sobre electroacústica em tempo real (solo e em ensembles) e trabalha para dança e multimédia desde 1982 até meados dos anos 90.

É o diretor do ‘Diffusion i média’ (1989) que produz e distribui as editoras empreintes DIGITALes (1990), SONARt (1992-95) e No Type (2002-08).

Em 1994, devido à sua excepcional dedicação para com os compositores canadianos, recebeu o prémio ‘Friends of Canadian Music’, organizado pelo ‘Canadian Music Centre’ (CMC) e pelo ‘Canadian League of Composers’ (CLC). Em 1995, recebeu o Prémio ‘Jean A Chalmers’ de Composição Musical pela sua contribuição para a difusão do novo trabalho (de música eletroacústica) canadiano. Em 2011, foi premiado com o ‘Prix Opus’ 2009-10: Diretor Artístico do Ano pelo seu envolvimento de 20 anos em publicação / produção de gravações.

Jean-François Denis é um dos três co-fundadores e co-diretores artísticos (1991-2008) e primeiro presidente (1991-2009) dos concertos ‘Réseaux des Arts médiatiques’.

Ensinou electroacústica na ‘Concordia University’ (1985-89) em Montréal, onde também coordenou a série de concertos anuais do ‘Concordia Electroacoustic Composers' Group’ (CECG). É o editor dos catálogos do ‘CECG Tape Collection’ Q/Résonance (1988) e Q/Résonance Addendum (1989). Jean-François Denis foi membro do comité organizador do Festival/Conferência 2001 (-14) (Montréal, maio de 1987). É membro fundador (1986) e o primeiro presidente da ‘Canadian Electroacoustic Community’ (CEC) (1986-87; 1987-90) e o fundador e primeiro editor da publicação da CEC ‘Contact!’ (1988-90) e editou o ‘CEC Electroacoustic Days Diffusion! GUIDE’ de 1988 e o ‘>convergence

Recebeu uma bolsa de estudos do ‘ministère des affaires culturelles du Québec’ (1988), do ‘Canada Council for the Arts’ (1988; 1989-90, 1993), e do Governo Francês (1990). Foi artista residente no estúdio ‘Grame’ (Lyon, França, 1988), no programa ‘Media Arts’ do ‘Banff Centre for the Arts’ (Banff, Alberta, 1989) e no estúdio ‘Collectif & Cie’ (Annecy, França, 1990).

Jean-François Denis é compositor associado do ‘Canadian Music Centre’ (CMC, 1989) e membro da ‘Canadian League of Composers’ (CLC, 1990).

Esteve também em vários conselhos de administração: ‘Conseil québécois de la musique’ (CQM) (por vários anos, até setembro de 1998; 2009-10), ‘Canadian Music Centre’ - Região do Québec (2001-08), ‘Canadian Music Centre’ - Nacional (2002-08), ‘Et Marianne et Simon’ (fundador, 2001-08), ‘Les Filles électriques’ (fundador, 2001-07), Fundação SOCAN (2003-09; vice-presidente 2009-12; presidente 2012-15; ex-presidente 2015-18), SODRAC (2009-18) e ‘Association des professionnels de l’édition musicale’ (APEM) (presidente 2014-).



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CALL FOR PIECES • Culture and Sustainability Symposium

Culture and Sustainable Cities - International Symposium

Concertos • Spatial Interpretation of Acousmatic Music • International Masterclass