Nadar Ensemble | Concerto



O Festival DME acolhe dia 4 de março um concerto do Ensemble NADAR, oriundo da Bélgica, onde será estreada uma obra do compositor português, radicado na Alemanha, Luís Antunes Pena, co-encomendada pelo Festival DME e pela Arte no Tempo. Com recurso a electrónica, vídeo e luzes, este concerto contará ainda com obras dos reputados compositores Natacha Diels, Pierre Jodlowski e Michael Beil.
Biografia

O Nadar Ensemble foi fundado em 2006 por um grupo de jovens músicos que partilham um interesse e paixão mútuos pela música contemporânea. O nome do ensemble foi escolhido como uma referência ao verdadeiro Nadar: o pseudónimo de Gaspard-Félix Tournachon (1820-1910), cujo espírito multidisciplinar e aventureiro deseja ser retratado pelo grupo. O histórico Nadar era um conhecido fotógrafo e balonista, e também caricaturista, espião, crítico de arte e muito mais. Ele organizava regularmente “tertúlias” informais nas quais seus contemporâneos, artistas, pensadores, escritores e cientistas eram convidados, criando assim um diálogo interdisciplinar.

O Nadar Ensemble foi convidado a apresentar-se em importantes salas de concerto e festivais, tanto nacional como internacionalmente. Exemplos incluem o Ars Musica em Bruxelas, Handelsbeurs em Ghent, deSingel em Antuérpia, De Bijloke em Ghent, TRANSIT em Leuven, Concertgebouw Bruges, Harvest Festival na Dinamarca, Internationale Ferienkurse für neue Musik Darmstadt (2010, 2012, 2014), Festival Musica em Estrasburgo, Tzlil Meudcan em Tel Aviv, Edges Blurred em Hamburgo, Festival Gergiev Filarmónica de Roterdão e a Donaueschinger Musiktage (2012, 2015), Acht Brücken em Colónia, Forum Neue Musik Deutschlandradio, Nova Zelândia em Zurique, Ultima Oslo, Muffathalle in München, Porgy e Bess, em Viena, Open Music em Graz, Nowy Teatr em Varsóvia e Platforma em Moscovo.

Nadar co-produz uma Academia de Verão para jovens músicos (14+) em Sint-Niklaas, juntamente com o MATRIX [New Music Center] e organiza uma Escola Internacional de Verão para Jovens Compositores em deSingel. De 2017 até 2021, o Nadar ensemble é artista residente no Concertgebouw Brugge.

No verão de 2014, o grupo apresentou-se pela terceira vez nos Internationale Ferienkurse für Neue Musik Darmstadt (obras de Stefan Prins e Michael Maierhof, num projeto com curadoria do artista americano-iraquiano Wafaa Bilal). Recentemente, o grupo estreou “RECHT”, uma peça de teatro musical de Hannes Seidl e Daniel Kötter em Frankfurt (Mousonturm), Ghent (De Bijloke) e Berlim (MaerzMusik). Nadar interpretou peças novas de Stefan Prins e Michael durante a Musicagem de Donaueschinger 2015.

Recentemente, o NEOS lançou uma gravação ao vivo do concerto do Nadar em 2012 na Donaueschinger Musiktage com obras de Kreidler, Prins, Pasovsky e Schedl. "EXIT F" de Michael Maierhof para quatro balões de ar quente e ensemble é lançado pela Migrorecords, e "Fremdkörper # 1" de Stefan Prins foi lançado num CD monográfico pela discográfica Sub Rosa. A gravação de Nadar de"In Hyper Intervals" sai no próximo CD de Johannes Kreidler na Wergo.

Nos últimos 10 anos, Nadar estreou mais de 30 peças de compositores como Malin Bang, Michael Beil, Vladimir Gorlinski, Daan Janssens, Matthias Kranebitter, Johannes Kreidler, Dmitri Kourliandski, Michael Maierhof, Maximiliano Marcoll, Yoav Pasovsky, Stefan Prins, Jorge Sánchez-Chiong, Klaus Schedl, Alexander Schubert, Martin Schüttler, Hannes Seidl e Daniel Kötter.










Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CALL FOR PIECES • Culture and Sustainability Symposium

Culture and Sustainable Cities - International Symposium

Concertos • Spatial Interpretation of Acousmatic Music • International Masterclass