Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2019

Mario Mary & Robert Normandeau

Imagem
RESUMO
Entre os dias 19 e 22 de Fevereiro de 2019, o Festival DME dedica uma edição à música dos compositores Mario Mary (Argentina - França - Mónaco) e Robert Normandeau (Canadá), acompanhados pelo português Jaime Reis.

Com uma vasta produção na área da música electroacústica, os compositores referidos passarão pelas três escolas superiores de música em Portugal [ESML-IPL (Lisboa), ESART-IPCB (Castelo Branco) e ESMAE-IPP (Porto)], onde irão partilhar os seus conhecimentos, realizando ainda uma conferência e um concerto em cada uma destas cidades.

Para cada concerto, será preparado um sistema de som imersivo, em forma de cúpula. Trata-se de um sistema que permite simular movimentos do som num espaço tridimensional gerando formas ou percursos espaciais para criar movimentos como rotações elípticas, espirais, explosões espectrais, paredes de som e outros. Normandeau e Reis, apresentarão obras compostas para sistemas em forma de cúpula, enquanto Mary presenteará o público com os seus dotes …

Tesseract Ensemble | Concerto de lançamento

Imagem
O Tessaract Ensemble - grupo residente no Espaço Lisboa Incomum - nasce do simples e genuíno desejo de fazer música do nosso tempo. Formado por intérpretes com larga experiência nas mais diversas expressões artístico-musicais, o Tesseract se propõe como desafio principal fomentar e divulgar a música contemporânea portuguesa por meio de concertos regulares, edições fonográficas e encomendas de obras. Certos de que as linguagens musicais e suas respectivas interpretações se desenvolvem num processo dinâmico entre passado e presente, o Ensemble não poderia ficar alheio às grandes obras de câmara do século XX, tão raramente ouvidas nas salas de concerto do nosso país. Da mesma forma, o grupo nasce vocacionado ao trabalho de colaboração com artistas nacionais e internacionais que estarão em residência artística no Lisboa Incomum, ampliando, assim, as várias dimensões do seu repertório.  Para o concerto inaugural, Monika Streitová (flauta), Marco Fernandes (percussão), Pedro Rodrigues (guita…

IN THE DARK & FILIPE REIS

Imagem
13.02.2018 | 20h Lisboa Incomum Dia Mundial da Rádio



In The Dark é uma associação sediada em Londres, dedicada a divulgar e a financiar documentários e trabalhos de ficção áudio de cariz criativo. Desde 2010 que organizam centenas de sessões de escuta na Europa, Estados Unidos e Austrália, em cinemas, festivais, teatros, museus, conferências, como por exemplo, Sheffield Doc/Fest, Open City Documentary Festival, Barbican Centre, Glastonbury, The British Library, The Wellcome Collection, Third Coast International Audio Festival, International Features Conference, HearSay International Audio Festival, Duke University, Cambridge University e muitos outros locais menos improváveis (barcos, cemitérios, capelas, etc). 
O In The Dark chega agora a Lisboa, com sessões regulares, uma vez por mês.
http://www.inthedarkradio.org/

Filipe Reis
Antropólogo, Professor no ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa e investigador no Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA). Tem coordenado a Pós-gradu…

Pequenas Peças para Quarteto de Cordas

Imagem
Pequenas Peças para Quarteto de Cordas
19h30 Ernesto Rodrigues viola Miguel Mira violoncelo Guilherme Rodrigues violoncelo Hernâni Faustino contrabaixo
20h30 Egid Joechl compositor residente DME
1ª parte - Quarteto de cordas organizado pelo violoncelista português Guilherme Rodrigues residente em Berlim. Com influências vindas da música clássica, passando pelo free jazz até à música contemporânea, o quarteto propõe-se a interpretar pequenas peças abstractas e harmonicamente ricas compostas e estruturadas pelos mesmo exclusivamente para esta noite.
2ª parte - concerto com obras electroacústicas de Egid Joechl, compositor residente do Festival DME 







newsletter

Imagem
... part is equal to the whole ...
Outubro, 2019
Outubro inicia com uma semana repleta de actividades. O Festival DME/Lisboa Incomum apresentam actividades de quarta a sábado, em Lisboa, mesmo antes de iniciarem uma semana de residência com o Ensemble Fractales em Idanha-a-Nova City of Music.
O guitarrista italiano Ruben Mattia Santorsa irá realizar uma conferência sobre "a guitarra do nosso tempo". Os dias seguintes serão dedicados a artistas suecos. Tony Blomdahl  e Åke Parmerud, o artista em residência no Lisboa Incomum este mês, proporcionarão um final de tarde certamente diferente. Natural Artefacts, um grupo de improvisação sueco pretende unir diferentes géneros e tradições musicais, desde a música serial, passando pelo minimalismo, tendo como ponto de partida o jazz.
Na segunda semana de Outubro, o Festival DME viaja, juntamente com o Ensemble Fractales, até Idanha-a-Nova, onde realizarão um estágio de aperfeiçoamento interpretativo para práticas associadas …