Yves Henry • Conferência & Recital • Escola Superior de Música de Lisboa

Yves Henry

Conferência | 13 DEZ | 15h | Pequeno Auditório - ESML
Concerto | 15 DEZ | 17h | Auditório Vianna da Motta - ESML


A convite de Shahla Deyhim, o pianista Yves Henry virá a Portugal realizando, no próximo dia 13 de Dezembro, uma conferência intitulada “Sound Aesthetics of the Pleyel Pianos in the 1840’s and their influence on Chopin’s Writing for Piano” no Pequeno Auditório da Escola Superior de Música de Lisboa. No dia 15 de Dezembro interpretará obras de Chopin, Debussy, Ravel, Fauré assim como uma obra da sua autoria no Auditório Vianna da Motta (Escola Superior de Música de Lisboa). 

Pianista e compositor, Yves Henry estudou no Conservatório de Paris entre as décadas de 1970 e 1980 com o pianista Pierre Sancan. Realizou vários cursos de música de câmara, acompanhamento e direcção coral, além de aulas de composição, obtendo um total de sete estreias de peças suas aos 22 anos.

Após estudar três anos com o pianista Aldo Ciccolini, ganhou o ‘Primeiro Grande Prémio’ no Concurso Internacional Robert Schumann em Zwickau. Yves Henry é internacionalmente  reconhecido como especialista na interpretação de Chopin e Liszt devido à sua vasta experiência com instrumentos da era romântica.

Professor no Conservatório de Paris e no Conservatório de Rayonnement em Paris, é também membro do comité de programa do Instituto Chopin na Varsóvia por ocasião do bicentenário de Chopin e membro honorário da Associação Japonesa de Professores de Piano.
Yves Henry realiza diversos recitais por todo o mundo dedicando-se principalmente aos compositores da era romântica. Participa, como jurado, em importantes competições internacionais (Mestres em Piano de Monte-Carlo, Concurso Dvořák para Piano em Nelahozeves, Concurso Internacional Robert Schumann na Alemanha, Concurso Chopin na Varsóvia). Para além dos recitais a solo, apresenta-se também em diversas ocasiões em música de câmara, tocando com o seu irmão violinista assim como outros músicos (Michel Portal, Karl Leister, Ivry Gitlis, Brigitte Engerer, Augustin Dumay, Gary Hoffman, soloists of the Orchestre de Paris, Michel Lethiec, the Elysées and Modigliani quartets…). 

Além das suas actividades como intérprete e professor, Yves Henry compôs várias obras inspiradas nos textos do poeta corso André Giovanni (Les Chants Tyrrhéniens, Les Sentiers dérobés), além de peças de música de câmara (Kaga Yusen para violino e piano, Suite Vénitienne para flauta, violoncelo e piano, Il soplo ligero para clarinete e piano).


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Culture and Sustainability Symposium • 2019 • Lisboa Incomum

DME Dezembro • Seia