Lode Leire | Lisboa Incomum | 19 Nov 2020

 



Lisboa Incomum
19 de Novembro de 2020
19h30

Sala limitada a 10 lugares
Entrada gratuita mediante reserva por email através de lisboaincomum@gmail.com
Transmissão em livestream no YouTube do Festival DME
É obrigatório o uso de máscara ou viseira.

              Lode Leire é um dos mais proeminentes contrabaixistas belgas da actualidade, na dupla qualidade de intérprete e de professor.

    Com uma carreira musical muito eclética, tem abordado diversos estilos, desde o repertório barroco até à vanguarda dos nossos dias.

    Para este recital, Leire escolheu um programa com quatro obras de compositores belgas, que se vão intercalando com outras obras de compositores de várias nacionalidades, tornando assim este recital uma viagem diversificada, entre as várias tendências da música ocidental do século XX e XXI. 


Programa: 

Jan Segers (1926) : Dragon Flies (1979)
Constança Capdeville (1937- 1992) : Amen para uma ausência (1986)
Knut Guettler (1943-2013) : Greensleeves (1979)
David Anderson (1962) : Capriccio (1997)
Wim Henderickx (1962) : Il Pendolo (1989)
Jan Van Damme (1965) : Strange Case (2019)
François Rabbath (1923) : Ode d'Espagne (1963)
Peter Cabus (1923-2000) : Sonatine - parte 1 e 2 (1976)


Lode Leire

Nascido em 1965 em Warengem, Bélgica, Lode Leire fez os seus estudos secundários na Sint Michielscollege em Brasschaat e na Kunsthumaniora Anwerpen. Foi laureado com o primeiro prémio do concurso Pro civitete em 1984.
Continuou os seus estudos musicais no Conservatório de Bruxelas, onde estudou contrabaixo com Maurice Aerts. Nesta instituição obteve o diploma superior de contrabaixo e de música de câmara com grande distinção. Posteriormente estudou com Franco Petracchi e com Gary Karr.
Fez parte da orquestra de câmara Beethoven Academy, de 1989 a 2007, como contrabaixo solista. Tocou sob a direcção de grandes maestros, como Cristopher Hogwood, Bernard Haitink, Valerie Gergiev, Gustavo Dudamel, Simon Ratlle, entre outros. É o contrabaixista solista no ensemble de música contemporânea Champ d’Action.
Realizou vários concertos como solista e com orquestra, na Bélgica, USA, Brasil, Holanda, França e Espanha.
É professor de contrabaixo no Conservatório de Música de Antuérpia onde, desde 1993, formou vários alunos que se encontram a trabalhar em orquestras, tais como na Filarmónica de Roterdão, na Filarmónica de Berlim, na Bayerische Rundfunk (Wies de Bouvé), no Concertgebouw em Amesterdão, e também em várias orquestras belgas.
Entre 2008 e 2010 foi professor de contrabaixo na Summer Masterclass no Conservatório de Valência, e durante vários anos ensinou também na Academy d’Eté de Wallonie em Libramont.
Actualmente faz parte do corpo docente dos cursos de verão da Music International Academy em Dinant.
Substitui regularmente os solistas nas orquestras: Filarmónica de Roterdão; Filarmónica de Antuérpia; Filarmónica de Bruxelas, e em ensembles na Flandres e na Holanda.
Lode Leire actua regularmente em música de câmara com o Duo Bernardel, juntamente com o violoncelista Peter Devos, e com o pianista Michael Boel.
Desde 2012 que faz parte do Euterpe Baroque Ensemble, e após 2013 integra o ensemble The Party.
É membro da orquestra Rotterdam Symfonia desde 2019.
Organizou o evento Bass Only 2014 e várias masterclasses sob a orientação de Jeff Bradetich, Duncan McTier, Thomas Martin, Rick Stotijn e Dominic Seldis, entre outros. 
Lode Leire toca usualmente num contrabaixo dos luthiers Gand e Bernardel, datado de 1870, no repertório clássico e contemporâneo. No repertório barroco usa um instrumento feito por Hillaire Charlotte datado de 1840, montado com cordas de tripa.








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SIGMA Project | Euskadi suena en Portugal | 14 Nov 2020 | Centro Cultural Raiano

Ensemble DME — Vortex Temporum, geometrias do inelidível

Simpósio Cultura & Sustentabilidade - quarta edição