Quarteto Improvisação

 


 

QUARTETO RODRIGUES, SILVA, SÁ E GONÇALVES | 01 JUN |19H30
Lisboa Incomum

O Lisboa Incomum recebe o quarteto formado pelos incríveis músicos Ernesto Rodrigues, Joana Sá, Luisa Gonçalves, e Carlos Santos, num concerto de música improvisada, no Lisboa Incomum.

Entrada gratuita, mediante reserva para o email lisboaincomum@gmail.com.

Máscara ou viseira obrigatória para a permanência no espetáculo.




Biografias

Ernesto Rodrigues (Lisboa, 29/08/1959)

Violetista português.

Começou a estudar música aos 5 anos sob a orientação do maestro Wenceslau Pinto. Frequentou o curso de violino do Conservatório Nacional. A partir de 1977 inicia as suas incursões na música improvisada “não idiomática” assim como em todos os géneros musicais, desde a música contemporânea ao free jazz e música improvisada, ao vivo e em estúdio.

A relação com seus instrumentos é focada em elementos sonoros e texturais.

A música eletrónica foi uma influência precoce na sua abordagem ao violino, que desafia os conceitos românticos tradicionais do violino / viola através do uso de preparações e micro tuning.

Ativo em diferentes cenários da cena portuguesa, da livre música improvisada, como colaborador ou como líder de vários grupos.

Tem uma produção discográfica extensa em nome próprio ou em colaborações. Fundador dos grupos Fromage Digital, Variable Geometry Orchestra, Suspensão, IKB, Diceros, String Theory, Diceros, Octopus, Lisbon String Trio e Spiegel.

Em 2000 cria a editora discográfica Creative Sources Recordings com grande reputação internacional.

Música para dança, cinema, vídeo e performance.

Tem tocado em festivais na Europa, América e Ásia.

http://creativesourcesrec.com/artists/e_rodrigues.html

http://www.allmusic.com/artist/ernesto-rodrigues-mn0000206256/biography

____________

Joana Sá (Caldas da Rainha, 1998)

É uma saxofonista portuguesa que se interessa pela música contemporânea, performance multidisciplinar, música de câmara e improvisação livre. Paralelamente à sua atividade performativa, é professora de Saxofone e Orquestra.

______________

Luísa Gonçalves (Lisboa)

Pianista. Inicia em Lisboa os estudos musicais com o seu pai por volta dos 4 anos de idade.

Fez o curso geral em integrado na Academia de Música de Santa Cecilia, onde foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian ( Encontros Internacionais de Formação Musical em Strasbourg, Genéve e Hamburgo).

Actuou com a Orquestra Gulbenkian, na sua infância, sob a direcção do maestro Maurice Gendron.

Finalizou o curso superior de piano na ESMAE no Porto.

Ingressou no Mestrado em Piano Performance em Évora com o pianista António Rosado.

Trabalha como música, pianista e compositora.

Colabora com outros músicos , bailarinos e performers, em concertos, arranjos musicais e gravações em estúdio.

Tem 9 Cd´s editados, 5 participações com outros músicos e 4 como compositora e intérprete.

Nos últimos 10 anos, tem trabalhado regularmente em projectos ligados a escritores, especialmente poetas, portugueses e estrangeiros, realizando a sua actividade musical sobretudo entre Paris e Lisboa.

Realizou em Madrid formação no Método Suzuki com a Prof. finlandesa Maarit Honkanen.

É professora da Associação Europeia do Método Suzuki trabalhando essencialmente como free lancer no seu Estudio.

_________

Carlos Santos (Lisboa, 1967)

Artista sonoro e músico electrónico, desenvolve o seu trabalho em torno do espaço arquitectónico ou de fenómenos acústicos recorrendo a tecnologia sonora digital.  Apresenta-se publicamente em diferentes formatos, como o concerto electroacústico, difusão Acúsmatica, instalação “site-specific”, “soundscape composition” ou a performance sonora. Utiliza computador portátil com software desenhado por si na linguagem de programação gráfica Max/MSP, para geração sonora e manipulação electronica, sintetizadores analógicos, pequenos objectos ressonantes, elementos piezeléctricos, microfones ou altifalantes. Mantém uma presença regular nos campos da nova improvisação electroacústica ou “live electronics”, tanto em Portugal como no estrangeiro, colaborando com inúmeros artistas e projectos, amplamente documentados em suporte CD, com mais de 40 trabalhos publicados. Deu aulas de som, prácticas sonoras artísticas e tecnologia digital sonora, fez rádio, organizou workshops e projectos sonoros site-specific, colaborou com vídeo, animação e dança.

Estudou pintura com António Sena e trabalha como designer gráfico, sendo responsável pela comunicação visual da editora discográfica portuguesa “Creative Sources” e da russa “Aural Terrains”. Foi co-fundador e responsável pela comunicação visual da associação de arte experimental “Granular” (2003- 2015). 

Co-fundador da editora portuguesa de arte sonora - sirr.records (2000-2003)



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

International Summer School for Composers

120 Anos de Música Electroacústica - Músico Electroacústico por Um Dia

MIMA - Mostra Inter-Escolas de Música