Residência Artística DME na Fábrica da Criatividade · Quartz Quintet | Gonçalo Pescada | Tiago Oliveira

 




21 - 30 Junho | Fábrica da Criatividade


O Festival DME tem o prazer de anunciar duas Residências Artísticas na Fábrica da Criatividade, Castelo Branco. 

O Quartz Quintet,  e o acordeonista Gonçalo Pescada estarão em residência, de modo a trabalhar peças de três jovens compositores:

Marta Domingues (2000)
Francisco Rosa (2000)
Ricardo Almeida (2000)

O trabalho será feito sob a direção do Maestro Tiago Oliveira.

Esta residência conta com alunos da Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco e alunos da Escola Superior de Música de Lisboa. Este é o resultado de parecias estabelecidas entre o Festival DME e ambas instituições de ensino, com o apoio da Cultura Vibra, Fábrica da Criatividade e DGARTES.


- Quartz Quintet - 

Quartz Quintet é um grupo fundado em 2017 constituído por David Seixas, Sara Martins, José Fangueiro, Diogo Martins e Ana Filipa onde são interpretadas obras maioritariamente contemporâneas. Têm como principal objetivo apresentar-se em concerto, divulgando o repertório original para quarteto de cordas e acordeão, assim como obras de compositores portugueses.

Foram premiados pela segunda vez consecutiva no concurso do Festival Folefest, em 2017 com o 2° prémio e em 2018 com o 1° prémio na categoria de Música de Câmara, Nível Superior.

Tiveram já vários concertos realizados no ano 2019 e têm já agendados concertos nas mais variadas salas e festivais de música do país para 2021.

O Quartz Quintet realizou uma série de concertos em parceria com a Orquestra Filarmónica Portuguesa em 2019 e atualmente em conjunto com a Orquestra Sem Fronteiras no seu programa de residências artísticas em música de câmara.

Violino: David Seixas
Violino: Sara Martins
Viola: Ana Filipa Peixoto
Violoncelo: Diogo Martins


- Gonçalo Pescada -

Gonçalo Pescada nasceu em Faro, a 10 de agosto de 1979.

Doutorado com distinção e louvor em Música e Musicologia – vertente de Interpretação pela Universidade de Évora, em 2014, concluiu também a licenciatura bi-etápica em Música – vertente Interpretaçãopela Escola Superior de Artes Aplicadas (Castelo Branco), o Curso Complementar de Acordeão pelo Instituto Musical Vitorino Matono (Lisboa) e a Profissionalização em Serviço (M01 e M32) pela Universidade Aberta.

Foi distinguido com vários prémios, entre os quais: 1º Prémio no Concurso Nacional de Acordeão (Alcobaça, 1995), 1º Prémio no Concurso Internacional de Acordeão “Citá di Montese” (Itália, 2004) e 1º Prémio no Concurso de Interpretação do Estoril (2006).

Apresentou-se como solista com várias orquestras, estreando e interpretando várias obras em primeira audição em Portugal. Foi convidado a participar em festivais de enorme prestígio em Espanha, França, Reino Unido, Alemanha, Itália e Bulgária.

Tem gravado para rádios e televisões, destacando-se a RDP Antena 2, a RTP e a Rádio e Televisão Nacional Búlgara.

A sua discografia compreende vários cd’s a solo, em música de câmara e com orquestra.

Alguns compositores têm-lhe dedicado novas obras para Acordeão.

Atualmente é Professor Auxiliar no Departamento de Música da Universidade de Évora e Investigador (membro integrado) no CESEM – Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical.


- Tiago Oliveira - 

Natural de Sobralinho (Vila Franca de Xira), iniciou os seus estudos musicais na Sociedade Filarmónica Recreio Alverquense aos 8 anos. Estudou piano no Conservatório Regional Silva Marques e piano e canto no Instituto Gregoriano de Lisboa. Estudou ainda Órgão na Escola Diocesana de Música Sacra de Lisboa.  

Concluiu as Licenciaturas em Canto na Escola Superior de Música de Lisboa (ESML) com os Professores Armando Possante e Sílvia Mateus e em Piano na Universidade de Évora com a Prof. Doutora Ana Telles Béreau, simultaneamente. 

Concluiu o Mestrado em Piano na Universidade de Évora, investigando "A estadia de Fernando Lopes-Graça em Paris (1937-1939) e respectiva influência na sua obra para piano" na sua tese, sob a orientação da Prof. Doutora Ana Telles Béreau.

É membro do Coro Gregoriano de Lisboa e foi Co-Diretor artístico do Coro “Pueri Cantorum” (Alverca do Ribatejo). Enquanto coralista, colaborou ainda com o Coro Gulbenkian, Coro Ricercare, Grupo Vocal Officium e Coro de Câmara Lisboa Cantat.

Enquanto pianista colaborou com a Orquestra Metropolitana de Lisboa e a Orquestra de Câmara da GNR tendo trabalhado com maestros como Jean-Sébastien Béreau, Cesário Costa, Pedro Amaral, Alexandro Posada e Emilio Pomàrico. 

Em MasterClass, estudou Direcção Coral e Orquestral com os Maestros Jean-Sébastien Béreau, Adriano Martinolli D'Ardy, Paulo Lourenço, Cara Tasher e Stephan Coker. 

Estuda Direção de Orquestra em Lisboa com Jean-Sébastien Béreau desde 2011. 

Dirigiu o 4º, 5º e 7º Estágios de Orquestra de Sopros e Percussão da Academia de Música de Alcobaça, o XI Estágio de Orquestra de Sopros e Percussão – Ourearte (Ourém, 2017) e o Estágio de Orquestra de Sopros e Percussão – EPABI (Covilhã, 2017).

   Como maestro convidado dirigiu: Ensemble Vocal MPMP, Orquestra Sinfonietta (Gaia); Orquestra Clássica da Madeira;  Orquestra de Câmara da GNR; Orquestra Académica da Universidade de Coimbra; Orquestra Clássica do Centro, Sinfonietta de Ponta Delgada e o Grupo de Música Contemporânea de Lisboa. 

De Setembro de 2016 a Setembro de 2017 foi maestro da Sociedade Artística Musical Carvalhense e coordenador pedagógico da Escola de Música.

Em 2016 foi semi-finalista do concurso Prémio Jovens Músicos (antena 2) - categoria Direção de Orquestra.

Em 2019 terminou o Mestrado em Ensino da Música - vertente Direção de Orquestra na Escola Superior de Música de Lisboa, sob orientação do Professor  Jean-Marc Burfin.

Atualmente é Professor de Piano e Acompanhador na Ourearte – Escola de Música e Artes de Ourém e Professor de Orquestra na Escola de Música do Conservatório Nacional em Lisboa.

É desde Setembro de 2017 o maestro e diretor artístico da Orquestra Académica da Universidade de Lisboa. 















Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Residência Artística DME - Seia 2021

MIMA - Mostra Inter-Escolas de Música

MONOPASS