Signes Émergents


 

SIGNES ÉMERGENTS | Lisboa Incomum | 10 JAN | 19h30


Signes Émergents é uma homenagem ao compositor Mario Mary (Argentina/França), autor de uma obra homónima e que aqui pretende realçar um conjunto de práticas musicais emergentes. O compositor Pedro Latas (Portugal/Holanda) irá apresentar duas obras multimédia, incluindo uma encomenda do Festival DME estrada em Outubro no âmbito do Festival de Música Contemporânea de Évora, enquanto a violinista Beatriz Costa (Portugal/Bélgica) interpretará duas obras dos compositores Mario Mary e Bruno Maderna. O evento terminará com o trio de improvisadores constituído por Guilherme Rodrigues (violoncelo), Bruno Parrinha (clarinetes) e Ernesto Rodrigues (viola).

Entrada livre mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com e apresentação de certificado de vacinação ou recuperação, ou teste negativo. Uso de máscara obrigatório.


Programa


Pedro Latas 

    - Os chaparros crescem e as azinheiras mingam (Encomenda Festival DME/Câmara Municipal de Évora)

    - People are not Numbers / Memorial

Pedro Latas - electrónica


Bruno Maderna

    - Piece pour Ivry (violino solo)


Mario Mary

    - Signes émergents (acusmática)

    - Aarhus (violino e electrónica)

Beatriz Costa - violino


Trio Improvisação

    - Guilherme Rodrigues - Violoncelo

    - Bruno Parrinha - Clarinetes

    - Ernesto Rodrigues - Viola



















Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Flo Menezes | Composition Masterclass

Newsletter