Flo Menezes | Concertos

Flo Menezes

Concerts

15 September 2022 | 19h30

17 September 2022 | 19h30

Lisboa Incomum

O compositor brasileiro Flo Menezes estará no Lisboa Incomum entre os dias 14 e 18 de Setembro para a realização de uma masterclass de composição e dois concertos com a sua música. 


A masterclass decorrerá entre os dias 14 a 18 de Setembro, sempre entre as 15:00 e as 19:00. As inscrições para a masterclass encontram-se encerradas. No entanto, caso tenha interesse em participar, por favor escreva-nos para diasdemusicaelectroacustica@gmail.com.


Os concertos serão nos dias 15 e 17 de Setembro de 2022, às 19:30. Nestes concertos, Flo Menezes irá apresentar dois programas dedicado à sua obra acusmática, num percurso que se inicia em 1997 e termina em 2020.


Considerado internacionalmente como um dos mais representativos compositores e teóricos da sua geração, formou-se em composição na USP (1985), como aluno de Willy Corrêa de Oliveira e Gilberto Mendes, estudando ainda com Hans Humpert, Henri Pousseur, Pierre Boulez, Luciano Berio, Brian Ferneyhough, e Karlheinz Stockhausen. A sua obra tem sido apresentada e premiada por todo o mundo, e interpretada por grupos como o Ensemble Recherche, Ictus, Neue Vocalsolisten Stuttgart, e Arditti String Quartett.

É ainda um importante teórico e professor, tendo leccionando na Universidade de Colónia, Harvard, UCSD (San Diego), Sorbonne, Stanford entre outras. 


Entrada livre mediante reserva para o email lisboaincomum@gmail.com




   Programa    

 

Concerto 1


Sinfonias

(1997-98)

8 canais

Realização: IRCAM (Institut de Recherches et Coordination Acoustique/Musique, Paris) e Studio PANaroma (Unesp)

13'33"


Todos os Cantos

(2004-2005)

8 canais

Realização: Klanglabor – KHM (Kunsthochschule für Medien/Köln)

Encomenda do KHM

15'08"


MetaScriptio

(2015)

24 canais

Realização: Studio PANaroma (Unesp)

12'35"


Cahier de sons

(2020)

8 canais

Realização: Studio PANaroma (Unesp)

19'42"


Concerto 2


Ciclo das Errâncias

(2016-2020)

16 canais


Em três movimentos:

1 - Fond d’erreurs (2016) = 20’26”

[13” pause]


2 - Omnia loca resonabant (2020) = 13’23”

[13” pause]


3 - Hymnus – il cielo andrà verso il fondo (2020) = 16’41”


Realização: Studio PANaroma (Unesp).

50'58"





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

partituras verbais: workshop com Sérgio Abdalla

Residência Artística | Ensemble Orbis